X

Está com a testosterona baixa?

Promoção Testo Gold para PIX Sim, ver solução
11 benefícios do magnésio, para que serve e como tomar

11 benefícios do magnésio, para que serve e como tomar - Vida Elite

Vida Elite | 2021-03-21 18:25:00 | Suplementação

O magnésio é um mineral importante para inúmeras reações e processos do nosso organismo, que para se manter saudável precisa dessa substância. O magnésio é necessário para os músculos, respiração e até para o cérebro, tudo isso acontece pelo fato do magnésio estar relacionado com a produção de energia das células.

Inclusive, quando existe a deficiência desse mineral, as complicações são muitas, como descontrole da glicemia, constipação, problemas cardiovasculares e no sistema nervoso.

Essa substância pode ser encontrada em alimentos como amendoim, sementes e leite, tendo como recomendação diária o consumo através de uma alimentação balanceada, portanto, caso não haja essa ingestão diária pode ser necessária a utilização de suplementos. 

Contudo, vale ressaltar que o mineral não trará resultados se a pessoa não tiver deficiência da substância. Mesmo que não precise de receita para comprar o suplemento de magnésio, é importante que seja prescrito pelo médico ou pelo nutricionista. 

11 benefícios do magnésio, para que serve e como tomar

Para que serve o magnésio

Sendo um dos minerais presentes no ser humano em maiores quantidades, o magnésio é um macronutriente absorvido do solo. Ele participa de cerca de 350 reações bioquímicas essenciais para o organismo, incluindo a produção de energia, função muscular e nervosa, controle de glicose no sangue, desenvolvimento da estrutura óssea e regulação da pressão arterial. 

O magnésio também está ligado ao transporte de íons de potássio e cálcio, processo essencial para os impulsos nervosos, controle do ritmo cardíaco e contração e relaxamento muscular prevenindo dores e câimbras.

Além de ajudar manter outros minerais do corpo equilibrados, o magnésio contribui com uma digestão adequada, o bom funcionamento dos nervos e também pode melhorar o sono, evitar o envelhecimento precoce e diminuir a ansiedade.

Deficiência de magnésio ou hipomagnesemia

Alguns dos sintomas da deficiência de magnésio são vômitos e náuseas, fadiga, insônia, ansiedade, fraqueza, confusão, tremores, convulsões, pressão alta, dor nos músculos, enxaquecas, câimbras e tensão pré-menstrual.

O ideal é ingerir a quantidade ideal de magnésio todos os dias, a deficiência desse mineral aumenta o risco de doenças, como hipertensão, anemia, poliúria, depressão, disritmias cardíacas e osteoporose.

Além disso, desordens estéticas também estão associadas a deficiência de magnésio como acne, celulite, pele ressecada e unhas fracas.

Causas da deficiência do magnésio

  • Empobrecimento do solo;
  • Envelhecimento;
  • Baixo consumo de alimentos ricos em magnésio;
  • Excesso de alimentos industrializados;
  • Açúcar em excesso;
  • Excesso de exercícios;
  • Pessoas com problemas digestivos, o intestino precisa estar alcalino para uma melhor absorção do magnésio;
  • Diabetes tipo 2 faz com que o magnésio seja expelido pera urina.

Benefícios do magnésio

Não há limitação de palavras quando o assunto é magnésio, portanto, saiba que sua principal função é ajudar no metabolismo de lipídeos, proteínas, carboidratos e eletrólitos, por meio da ativação de enzimas. O magnésio é importante para a vida, então veja seus benefícios:

Controle da diabetes: O mineral magnésio é benéfico para quem tem diabetes, pois essas pessoas são mais propensas a ter carência dessa substância no organismo. Além disso, a substância atua no metabolismo da glicose e na secreção de insulina. Um estudo mostra que aumentar 100 mg na ingestão recomendada diária de magnésio pode prevenir a diabetes em 15%.

Bem-estar mental: Os níveis baixos de magnésio aumentam o risco de depressão. Uma outra pesquisa clínica mostrou que 450 mg de magnésio por dia melhorou o humor dos adultos da mesma forma que um antidepressivo. A serotonina um neurotransmissor responsável por sensações de bem-estar tem sua produção melhorada a partir do mineral. Deste modo, por seu papel nas funções cerebrais, o magnésio pode melhorar quadros de estresse, ansiedade e depressão.

Saúde dos ossos: Como já foi dito, o magnésio controla o metabolismo de cálcio e isso contribui com a formação da matriz óssea. Portanto, também previne a osteoporose, por que auxilia na produção de hormônios que melhoram a formação do osso.

Desempenho físico e atlético: As pessoas que praticam atividades físicas em excesso geralmente perdem o magnésio pelo suor e isso prejudica a contração e relaxamento muscular. Contudo, os atletas precisam de um pouco mais do mineral. Além disso, o magnésio ajuda a criar novas proteínas a partir de aminoácidos.

Controle da pressão arterial: Esse mineral mentem a pressão arterial equilibrada, previne e combate a hipertensão por modular o tônus vascular da pressão arterial e do fluxo sanguíneo periférico. Alguns estudos mostram que a suplementação com magnésio reduz a pressão arterial.

Emagrecimento: Para aqueles que tem horror em engordar, o magnésio é ótimo, pois otimiza o metabolismo das gorduras.

Menopausa e TPM: A deficiência de magnésio prejudica a ativação da Vitamina D e ambos têm impacto na produção hormonal, como estrogênio e testosterona, causando sintomas de menopausa. O mineral também demonstrou melhorar o humor, reduzir a retenção de água e outros sintomas em mulheres com TPM.

Menor chance de AVC: As chances de um acidente vascular cerebral são diminuídas em 8% quando existe a ingestão recomendada diária de magnésio.

Criação de energia: O magnésio serve para converter os alimentos em energia.

Aumenta a produção de testosterona: O magnésio está entre os principais minérios responsáveis por estimular a produção de testosterona masculina devido ao controle correto da proteína SHBG. A escassez de magnésio pode em curto período de tempo, diminuir gradativamente a produção de testosterona.

Prevenção e tratamento para enxaqueca: Sabemos o quão horrível é sentir enxaqueca, tudo piora quando ocorrem náuseas, vômitos e sensibilidade à luz. Alguns estudos mostram que o magnésio pode prevenir e ajudar no tratamento contra enxaquecas.

Quantidade ideal de magnésio

A tabela abaixa mostra a quantidade ideal de magnésio de acordo com a idade e gênero, veja:

Idade Recomendação diária de Magnésio
0 a 6 meses 30 mg
7 a 12 meses 75 mg
1 a 3 anos 80 mg
4 a 8 anos 130 mg
9 a 13 anos 240 mg
Meninos dos 14 aos 18 anos 410 mg
Meninas dos 14 aos 18 mg 360 mg
Homens dos 19 aos 30 anos 400 mg
Mulheres dos 19 aos 30 anos 310 mg
Gestantes com menos de 18 anos 400 mg
Gestantes com 19 a 30 anos 350 mg
Gestantes com 31 a 50 anos 360 mg
Durante a amamentação (mulher com menos de 18 anos) 360 mg
Durante a amamentação (mulher com 19 a 30 anos) 310 mg
Durante a amamentação (mulher com 31 a 50 anos) 320 mg

Fonte National Institutes of Health.

11 benefícios do magnésio, para que serve e como tomar

Como manter bons níveis de Magnésio no organismo?

A taxa de magnésio no corpo não pode ser totalmente constada pelo exame de sangue, pois cerca de 60% do magnésio em seu corpo é encontrado nos ossos, enquanto o resto está nos músculos, tecidos moles e fluidos, incluindo sangue. Porém, existem procedimentos que podem constatar a deficiência ou não, você pode conversar com o seu médico sobre.

Basicamente, você necessita de uma quantidade diária de 400mg de magnésio caso homem e 310mg caso mulher. A forma ideal de repor os níveis de magnésio é através dos alimentos e em segundo lugar, através da suplementação.

Alimentos ricos em magnésio

Alimentação é uma fonte saudável para repor e manter os níveis de magnésio.

Para aqueles que são aptos a uma alimentação saudável, nada melhor do que inserir em sua dieta alimentos ricos em mineral, são eles:

  • Sementes de abóbora
  • Abacate
  • Banana
  • Aveia 
  • Castanhas e amêndoas
  • Couve e espinafre
  • Folhas de beterraba
  • Grão de bico
  • Chocolate amargo
  • Frutos do mar
  • Lacticínios
  • Vegetais verdes

A importância do magnésio é maior do que você imaginava, e muitas pessoas acabam que não dando atenção para esses detalhes. É interessante consumir esses alimentos da forma mais natural possível, ou seja, crus, cozidos no vapor ou grelhados.

Suplementação de Magnésio

A suplementação de magnésio é recomendada em casos de deficiência, por motivos de saúde ou por baixa ingestão recomendada diária. É comum tomar magnésio através de suplementos combinados com outros nutrientes, como magnésio com o ácido fólico, cálcio, vitamina B6, vitamina B12 e zinco.

Os suplementos de magnésio são facilmente encontrados em farmácias, loja de produtos naturais e através de e-commerces na internet.

Você encontra suplementos de magnésio em diferentes formatos, como o magnésio quelato, aspartato de magnésio, citrato de magnésio, lactato de magnésio ou cloreto de magnésio.

suplemento que contém magnésio

Conhecer Testo Gold

Testo Gold contém os minerais zinco e magnésio que, por comprovação científica, participam da síntese de Testosterona e de hormônios do crescimento (GH/IGF1), substâncias naturalmente produzidas pelo organismo e que estão associadas ao aumento da força e da massa muscular.

Além disso o Testo Gold conta com o aminoácido l-triptofano que após ser ingerido é convertido em 5-hidroxitriptofano ou (5-HTP), que em seguida é convertido no neurotransmissor serotonina (hormônio da felicidade). O consumo de 5-HTP pode combater diretamente a Depressão e Estresse apenas aumentando os níveis de serotonina no cérebro.  Veja outros benefícios do Testo Gold. 

O ideal é que a utilização de um suplemento seja orientada por um médico ou nutricionista.

Atenção aos excessos

O excesso de magnésio pode levar a fraqueza muscular e pressão baixa. Pessoas que possuem algum fator de risco como comprometimento renal e bloqueio atrioventricular ou bloqueio bifascicular não devem de forma alguma exceder as doses de magnésio, pois situações de baixa frequência cardíaca que leva à depressão da função neuromuscular e até depressão respiratória podem ocorrer. 

Além desses casos, não há riscos em consumir magnésio.