X oferta imperdivel SAIBA MAIS
Como sair da depressão com 9 Passos Essenciais

Como sair da depressão com 9 Passos Essenciais

Vida Elite | 18/11/2020 | Depressão & Ansiedade

Hoje é mais um daqueles dias sofridos, sombrios e sem ânimo? infelizmente essa é a realidade de muitos depressivos.

Mas, não da Mariana (uma leitora do blog) que aprendeu como sair da depressão e deixou um grande alerta:

Minha mãe e minha sofrem com depressão, inclusive para elas a doença não tem cura.

Para elas, porém, ainda não ficou claro o SEGREDO que liberta as pessoas de uma vida repleta de sofrimento, como ficou claro para mim.

Infelizmente muitas pessoas não tem o privilégio de encontrar o controle da depressão como a Mariana e mais 357 pessoas que conseguiram uma melhora de 98% dos sintomas depressivos.

E sabe qual a melhor parte?

Muitas pessoas CONFIRMAM que largaram as despesas com o psicólogo devido a mudança de vida que ocorre quando você ENTENDE o SEGREDO que deixa você blindado o resto da sua vida contra a Depressão.

Esse artigo tem como objetivo te dar uma prévia de 10 passos sobre como sair da depressão.

Uma prévia, por que ao final desse conteúdo exclusivo, eu vou liberar o acesso de um material exclusivo que Mariana e mais 357 pessoas utilizaram para se livrar dos sintomas da depressão definitivamente.

Mas, antes de começarmos é importante que você entenda a depressão e veja com o que você está lidando.

A DEPRESSÃO

300 milhões de pessoas no mundo sofrem com a depressão, segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde).

como-sair-da-depressão-status-depressivo

Popularmente romantizada como tristeza, você bem sabe que a depressão vai muito além disso.

Caracterizada como um distúrbio mental, assim como a ansiedade ou bipolaridade, a depressão é uma doença que precisa de cuidados.

Aquele sentimento de impotência, auto desmerecimento, tristeza profunda independente das circunstâncias da vida, são os principais indícios da depressão.

Quais são os principais Sintomas da depressão?

Tudo se trata da evolução.

A medida que você vai deixando os pensamentos, ansiedade e emoções tomar conta do seu estado físico (excesso de suor, respiração ofegante e tremedeira) e do seu estado mental (pensamentos negativos de que tudo vai dar errado ou até mesmo suicídio) a depressão vai se instalando.

E a depressão fica à cada dia mais enraizada.

Principalmente com as pessoas que acham que a depressão não tem cura, como a Mariana descreve sua mãe e sua avó no começo do artigo.

Principais sintomas

  • Excesso ou diminuição do sono
  • Falta de apetite ou excesso de fome
  • Desânimo para fazer tudo, inclusive atividades prazerosas
  • Tristeza profunda
  • Pensamentos de suicídio
  • Falta de foco
  • Cansaço e indisposição
  • Irritabilidade
  • Perda de libido

Quais são as causas da depressão?

É fato que crises mundiais como a pandemia da Covid-19 tem o poder de nos deixar tristes e enfurecidos ao mesmo tempo.

Porém, algumas pessoas tendem a sofrer mais com esse tipo de circunstância.

Como por exemplo pessoas que passaram por traumas recentes, perda do emprego ou decepções amorosas. São situações que podem causar um quadro de depressão.

Contudo, outras causas também podem estar relacionadas, e entende-las é um grande passo para combater a depressão.

  • Genética: no caso da Mariana (protagonista desse artigo) sua mãe e sua avó foram diagnosticadas com depressão, e como podemos ver, a tradição seguiu e atingiu a neta, que inclusive conseguiu se liberar da doença.

Então, sim, se algum familiar seu teve depressão, você também pode ter.

  • Estilo de vida: manter um estilo de vida com saúde e bem-estar (principalmente seguindo a dica n°8) previne suas chances de ter depressão, caso contrário você pode desenvolver o distúrbio.
  • Alterações químicas no cérebro: alguns hormônios no cérebro são essenciais para a manutenção do nosso humor, emoções e felicidade, como a serotonina e dopamina.

Portanto, quando essas substâncias estão desreguladas, as chances de uma depressão ser desenvolvida é grande.

Como sair da depressão em 10 Passos Essenciais

1 - Ria, sorria e dê risada

Por que rir é o melhor remédio!

Um livro chamado "A terapia do riso" escrito pelo médico homeopata Eduardo Lambert mostra que dar risada estimula a auto cura e contribui com os tratamentos.

indicação-de-livro-como-combater-a-depressão

Por que rir faz o corpo vibrar, se sentir mais relaxado e intensamente mais feliz. Portanto, o ideal é que você conviva com pessoas divertidas e quando algo der errado, ria até de si mesmo.

Além disso, se você for do grupo que coloca um filme triste para ficar ainda mais triste, pare agora!

Portanto, veja filmes alegres e motivadores, frequente lugares felizes e saia da depressão.

Outro ponto importante que eu não posso esquecer de dizer é que rir tem o potencial de nos proteger contra algumas doenças, como acidentes vasculares cerebrais, estresse, problemas cardíacos e até depressão.

2 - Selecione suas companhias

Eu tenho certeza que assim como eu, quando você convive com alguém negativo o seu humor se vira contra você.

Portanto, é imprescindível que você saiba selecionar quem você quer do seu lado, principalmente quando o seu principal objetivo seja aprender como sair da depressão.

Sabe por que? Por que um dos passos para se manter livre da depressão é aprender a controlar os pensamentos positivos e negativos.

Logo, se você vive ao lado de uma pessoa que só reclama e se vitimiza, o seu tratamento como combate a depressão será comprometido.

3 - Mantenha-se livre dos pensamentos

Eu não consigo fazer nada direito, eu não sirvo para nada.

O poder do nosso cérebro nós já sabemos. Sabemos também o potencial que a nossa mente tem de transformar um pequeno acontecimento em uma grande confusão.

confussão-no-copo-d'agua-causada-pela-depressão

Sabe quando acontece algo pequeno sem importância, mas mesmo assim você "viaja" em pensamentos que concluem o fato com um completo desastre?

Pois bem, esse é o poder que os pensamentos negativos tem de acabar com a sua felicidade e te tornar uma pessoa depressiva.

Você pode, porém controlar os seus pensamentos e se tornar uma pessoa mais feliz, com alguns passos:

  • Comece observando sem julgar os seus pensamentos
  • Após uma semana, quando você pensar em algo negativo, reverta-o para o positivo
  • Agora, você já pode selecionar o que pensa. Analise o que merece sua atenção OU não e selecione o que vale a pena pensar.

Esses passos são simples, extremamente úteis e podem ajudar muito no controle de seus pensamentos, emoções e atitudes.

A 4ª dica pode te explicar melhor.

4 - Seu pensamento é uma coisa. Sua atitude é outra.

Sabe quando você liga na sua operadora por que seu CHIP não está funcionando e eles demoram 50 minutos para te atender?

A vontade é de xingar até a 3ª geração da atendente, não é mesmo? Os seus pensamentos fazem isso, porém, se você parar para se perguntar:

Então, realmente vale a pena xingar a atendente? A culpa é dela, ou da gestão da operadora?

Consegue observar a diferença nas atitudes?

O seu pensamento quis uma coisa, você outra.

como-pensar-antes-de-tomar-atitudes

Portanto, quando uma pessoa quer saber como sair da depressão, provavelmente seus pensamentos já tomaram conta da mente e das atitudes dela.

Quer um exemplo?

Se você é depressivo, sabe que às vezes é comum pensar que não consegue fazer nada, não gosta de ninguém, nem de si mesmo. E qual é o resultado disso?

Depende, mas em muitos casos, o depressivo para de se arrumar, não tem motivação e autoestima, fica trancado em casa no quarto e contudo sem vida social.

Portanto, para saber como combater a depressão, você precisa primeiro entender que você não deve agir e viver com base em seus pensamentos destrutivos. Inclusive, você aprende a dominar esses pensamentos no tópico 3.

5 - Para sair da depressão: Não se vitimize

Olha, eu espero que você não fique chateado(a) com o que eu vou dizer agora!

Mas, você sabe bem que nos dias atuais é comum romantizar a depressão.

Para de fazer isso, eu tenho depressão. Estou triste, não vou fazer isso, tenho depressão.

Um meme ou outro no facebook não faz mal, porém, a preocupação é quando se torna algo bonito ficar triste, mesmo sabendo que depressão não é apenas tristeza.

A depressão é uma doença, portanto, se você está em uma terça-feira chuvosa e triste, não a caracterize como uma depressão e se faça vitima disso.

Logo, se você realmente tem depressão de acordo com os sintomas que foram citados, não se vitimize por causa da doença e não romantize-a.

Sabe por que? Por que a medida que você vai se vitimizando e usando a depressão como desculpa, a sua autoestima vai diminuindo e sua capacidade também.

Essa incapacidade pode te paralisar ainda mais e te proporcionar uma depressão profunda.

6 - Alimentos que combatem a depressão

As estatísticas mostram que pessoas depressivas as vezes não fazem comida ou não possuem uma alimentação saudável.

Essa atitude não fornecem ao corpo a quantidade adequada de nutrientes e você acaba sendo prejudicado tanto no físico quanto na mente.

  • Entretanto, você depressivo não pode acordar e inventar uma dieta muito restritiva que elimina todo o carboidrato ou toda gordura.
  • Mas, também não pode abusar e comer hambúrguer todo dia.

Acontece que tudo na vida é uma questão de balanço.

Existem alimentos que ajudam no combate a depressão

Pessoas que se alimentam com frutas, vegetais, grãos, peixes, azeite, laticínios com baixo teor de gordura, carne vermelha com moderação e antioxidantes são menos propensas a desenvolver depressão.

Com base em todos os estudos e pesquisas que eu já vi, se eu fosse dar apenas uma dica em relação a alimentação para sair da depressão, eu diria:

Coma de verdade. Tome um café, almoce e jante.

Por que uma alimentação saudável pode contribuir com a produção de serotonina, um neurotransmissor que atua no cérebro regulando o humor, sono e apetite. Melhora o ânimo e combate a depressão.

Contudo, alguns alimentos específicos podem fazer muito quando o assunto é mente.

  • Vitaminas do complexo B e zinco: couve, espinafre, frango, melancia
  • Triptofano e ômega 3: carne, peixe, ovo, castanha. amendoim
  • Magnésio: banana, nozes, chocolate amargo, abacate, peixes

Aprenda o próximo passo para se livrar da depressão e já coloque como meta comer alimentos que ajudam o seu bem-estar mental.

7 - O depressivo precisa ter metas e objetivos

Quando você não sabe para onde ir, qualquer lugar serve.

E é nessa hora que você começa a dar asas para a sua depressão.

Inclusive, muitos atores famosos já entraram em depressão. Os motivos podem ser inúmeros, portanto quero te deixar um questionamento:

Será que o fato de já ter atingido todas as metas e não saber mais para onde ir pode acarretar distúrbios mentais?

Com esses casos, pelo menos a pessoa conseguiu atingir o objetivo, e para aqueles que não conseguem e ainda desenvolvem a depressão?

trace-metas-e-objetivos-para-combater-a-depressão

Todos nós precisamos de motivação para levantar diariamente e você depressivo precisa de uma motivação ainda maior.

Por que a depressão remove o sentido das coisas, principalmente de suas metas e ambições, fazendo com que você fique "parado".

O depressivo afasta todos os objetivos de si e se auto sabota, diminuindo a capacidade que tem de conquistar o mundo.

Então, para que esse quadro mude, você não precisa começar planejando que vai conquistar 1 milhão de reais.

Comece com uma simples prática de PNL

Essa técnica consiste em concluir pequenas metas e como resultado trazer sensações de bem estar ao seu corpo e mente.

  • Anote tudo que te irrita em casa: maçaneta quebrada, pilha fraca ou até roupa rasgada
  • Numere cada item e defina um prazo para concluir as tarefas
  • Conclua e defina outras metas, objetivos e prazos

Bom, o importante é que você conclua as atividades no prazo estabelecido para criar o entusiasmo e hábito de realizar coisas.

Esse prazer libera bons hormônios no seu cérebro, hormônios esses que são capazes de te motivar a conquistar prazos e objetivos com coisas cada vez maiores.

Quem sabe 1 milhão de reais, ou aprender de uma vez por todas como sair da depressão.

8 - Hábitos imprescindíveis para sair da depressão

Não existe fórmula mágica ou remédio, para saber como sair da depressão você precisa praticar esses hábitos que são essenciais para a sua mente.

Exercite-se

Caro depressivo, quando você estiver se sentindo mal, não afogue as magoas na cama por mais um dia. Afogue as magoas no asfalto da rua ou no ferro da academia.

o exercício pode parecer a última coisa que você gostaria de fazer em dias depressivos, mas precisa ser feito.

Pesquisas de Harvard mostram a importância dos exercícios para os hormônios do bem estar e controle depressivo.

Durma bem

Sono. O objetivo deste artigo é atingir exatamente onde dói, é extremamente necessário abordar esse tema.

Uma confusão danada acontece na vida do depressivo quando o assunto é dormir. Ou você dorme muito (até meio-dia) ou fica sem dormir até 4 da manhã. É uma sensação horrível.

Portanto, eu sugiro que você se apegue a formas de dormir melhor, como por exemplo: o hábito de programar horários e mudar o seu ambiente para melhorar as noites de sono.

Veja mais: Como acabar com a insônia em 7 dias.

Para aprender como sair da depressão, você tem que ter mais alguns hábitos.

  • Tomar sol, a vitamina D absorvida pode ser benéfica para o combate a depressão.
  • Praticar meditação, yoga ou algum hobbie como o futebol.
  • Sempre acreditar que amanhã será diferente.
  • Ficar ao lado das pessoas que ama.
  • Estar em meio a natureza ou praias.
  • Começar um projeto novo ou conhecer novos lugares e pessoas.
  • Melhorar a sua respiração.
  • Vença o desânimo. Cumpra com as suas tarefas e responsabilidades mesmo estando em crise.

Você também pode estimular o seu bom humor com alguns remédios naturais como os fitoterápicos que agem diretamente no combate a depressão.

9 - Antidepressivos naturais

Eu sou amante dos naturais, não é atoa que somos responsáveis pela Loja Vida Elite.

Portanto, eu não poderia deixar de listar os seus aliados no combate a depressão.

O bom dos remédios naturais para depressão é o fato de não ter efeitos colaterais e ainda estimular uma vida mais saudável.

Pois, os remédios nada mais são do que nutrientes essenciais para uma vida, um corpo e uma mente mais nutrida.

Sem dúvidas, você deve conhecer esses amigos da nossa alimentação clicando no link abaixo.

Veja mais: 1 Combinação perfeita com antidepressivos naturais.

Tratamento médico para depressão

Psiquiatra não é médico de loucos.

O psiquiatra e o psicólogo cuidam dos assuntos da mente, portanto, eles possuem autoridade no assunto.

A medida que a depressão avança em sua vida, pode ser que chegue um momento em que você não consiga combate-la sozinha e é nessa hora que a ajuda médica se faz necessária.

O tratamento diz respeito a sessões de psicoterapia em conjunto com antidepressivos. Em alguns casos pode ser que apenas a psicoterapia seja o suficiente.

Portanto, posso frisar que mesmo com cuidados médicos, os principais passos essenciais de cura para depressão devem vir de você, pois lembre-se que os motivos da doença partem principalmente do estilo de vida.

Conclusão: Como sair da depressão?

Sabe aquela motivação em conseguir vencer algo?

É assim que eu quero que você se sinta depois de ler esse artigo!

Pois, ele foi feito com carinho especialmente para você que precisa de uma vez por todas saber como sair da depressão.

Pois, não adianta ter o melhor tratamento com os especialistas mais renomados do Brasil, se você não adequar seu estilo de vida e não fizer o tratamento mental através dos bastidores (sua vida no dia a dia) de nada vai adiantar qualquer esforço externo.

A cura também vem de dentro!

Como sair da depressão: material gratuito

Uma promessa é dívida, como eu disse no inicio do artigo, receba seu presente gratuito para turbinar ainda mais a sua luta contra a depressão.

Se eu fosse você leria esse livro e já começaria imediatamente a colocar os passos em prática para começar a acordar se sentindo melhor à partir de amanhã!

Aliás, esse foi o e-book que blindou a Mariana e mais 357 pessoas no último mês contra os sintomas da depressão e agora o sucesso pode ser SEU.