X

Está com a testosterona baixa?

Promoção Testo Gold para PIX Sim, ver solução
Testosterona baixa feminina, sintomas e como aumentar

Testosterona baixa feminina, sintomas e como aumentar - Vida Elite

Vida Elite | 0000-00-00 00:00:00 | Saúde da Mulher

A testosterona baixa na mulher tem como sintomas principais o desinteresse sexual, ganho de peso, diminuição dos músculos, mau humor, e essa situação geralmente está relacionada com a menopausa e insuficiência adrenal.

Contudo, nas mulheres os níveis de testosterona circulantes é menor do que os níveis dos homens, pois o hormônio é responsável pelas características secundárias masculinas. A concentração da testosterona no corpo do homem é de 20 a 30 vezes maior do que no corpo feminino.

No entanto, a mulher precisa da circulação de quantidades ideais de testosterona no sangue por que a substância é importante para várias funções do organismo. Confira os valores de testosterona que são considerados normais.

" O que eu mais escuto das mulheres tanto casadas quanto solteiras é o fato de que elas não sentem desejo sexual e não ligam para o sexo. "

A questão é que essa tendência é muito comum entre as mulheres.

Inclusive, é um sinal da testosterona baixa feminina que precisa ser verificado urgentemente.

Portanto, continue atenta ao conteúdo, pois você vai aprender ainda mais sobre esse hormônio conhecido como ''hormônio masculino''.

E além disso, você vai conhecer rapidamente formas garantidas de como aumentar a sua testosterona.

Testosterona baixa feminina, sintomas e como aumentar

Como saber se a testosterona está baixa

Sabe aquela vontade de viver que uma garota de 19 anos tem? Essa vitalidade não existe mais quando a testosterona está em falta.

Pois bem, o hormônio é produzido principalmente pelos testículos dos homens e ovários das mulheres.

Quando desregulado esse hormônio, alguns sinais demonstram a diminuição da testosterona na mulher, sendo os principais:

  • Desinteresse sexual;
  • Ganho de peso;
  • Acúmulo de gordura corporal;
  • Fadiga persistente;
  • Diminuição da massa muscular;
  • Mudanças de humor;
  • Falta de motivação;
  • Redução do bem-estar;
  • Menor massa óssea.

O exame de sangue demonstra a dosagem de testosterona total e testosterona livre e com isso é possível ter a confirmação de que a testosterona está insuficiente na mulher.

No caso de suspeita de insuficiência androgênica de causa adrenal, o médico especialista também pode indicar a dosagem de SDHEA.

O dia começou. A sua TPM ainda nem chegou. E falta motivação. Você foi para o trabalho, mas cadê a coragem? Ficou em casa! 

Minha amiga, se além de ter indisposição para o sexo, você está se sentindo assim, no fundo do poço com tanto cansaço, a sua testosterona pode estar baixa. Leia o artigo, pois nós do Vida Elite vamos te ajudar a aumentar.

Testosterona baixa feminina Causas

Como eu disse, é importante que você analise as possíveis causas da testosterona baixa feminina e verifique se alguma delas se encaixam em sua vida.

Caso identifique algo, leia adiante e veja rapidamente como regular a produção de testosterona na mulher.

  • Uso a longo prazo de vários métodos de controle de natalidade, como pílulas anticoncepcionais orais e adesivos anticoncepcionais
  • Uso de antidepressivos, anti-hipertensivos e opiáceos
  • Insuficiência ovariana, os ovários param de funcionar corretamente. Pode ser por causa de quimioterapia, radioterapia, menopausa e distúrbios alimentares
  • Falência ou retirada dos ovários
  • Uso de remédios com estrogênios, anti-androgênios, glicocorticoides
  • Lúpus e AIDS
  • Anorexia nervosa
  • Envelhecimento

Estilo de Vida

Esse blog te informa em questões essenciais sobre saúde que você pode não ter conhecimento.

Inclusive, te informa sobre os seus hábitos de estilo de vida que prejudicam o seu corpo, sua mente e o seu bolso.

Portanto, a testosterona baixa feminina sem dúvida tem como possível causa um estilo de vida prejudicial, como:

  • Alimentação inadequada
  • Sedentarismo
  • Estresse em excesso

Sim, esses são hábitos totalmente prejudiciais aos seus níveis de testosterona, tireoide e muitas outras funções corporais que estão te engordando, te deixando depressiva e prejudicando sua saúde.

Contudo, se você se encaixa em um estilo de vida prejudicial, comece agora mesmo a cuidar de si e como resultado, melhore seus níveis de testosterona.

Como aumentar a testosterona na mulher

Você não quer engordar e muito menos perder o prazer para o sexo, não é mesmo?

Então, você já deve saber que a Testosterona é o principal hormônio masculino, mas também é importante para você.

Mesmo que nos homens a testosterona esteja presente em quantidades muito maiores, para aumentar a testosterona feminina os passos são quase do mesmo modo do que para os homens.

Portanto, existem duas opções de tratamento.

Como aumentar a testosterona feminina: de forma sintética

À primeira vista posso te afirmar que esse tipo de tratamento só pode ser indicado por um médico especializado e com todo o acompanhamento necessário.

O aumento da quantidade de testosterona na mulher de forma sintética é recomendado pelo ginecologista quando a mulher possui a concentração de testosterona no sangue iguais ou menores que 25 ng/dL segundo a Escola de Medicina da Universidade de Boston.

Sendo assim, as opções de remédios à base de testosterona são:

Nesse sentido, preciso deixar claro para você que os remédios à base de testosterona são bem invasivos e podem comprometer sua saúde com alguns efeitos colaterais, como:

  • Alteração do colesterol
  • Intoxicação do fígado
  • Aumento do risco de infarto e câncer de mama e nos ovários

Contudo, vou te relembrar que esse tipo de tratamento para aumentar a testosterona feminina só pode ser feito estritamente com a recomendação e acompanhamento médico. Geralmente o tratamento não deve ser feito por mais de 6 meses, pois não se sabe os riscos da utilização prolongada da testosteorna em mulheres.

O tratamento com a testosterona pela mulher com o uso em excesso ou sem necessidade, pode aumentar o risco de câncer de mama e ovário, desenvolvimento de resistência à insulina, trombose e infarto.

Outros efeitos colaterais causados pela testosterona sintética temidos pelas mulheres é o aparecimento de acne, pele oleosa, alteração da voz e aumento do clítoris. E não para por aí, a testosterona também pode levar ao acúmulo de gordura para a região abdominal aumentando o risco de problemas cardíacos.

Como aumentar a testosterona feminina: de forma natural

É possível aumentar a testosterona feminina naturalmente com o consumo adequado de alimentos ricos em zinco, vitamina A e D, vitaminas do complexo B, como semente de girassol e abóbora, ovos, espinafre, sardinha, castanhas, aveia e óleo de peixe. 

Você também deve evitar a soja e açúcar, que interferem a produção de testosterona.

Além disso, algumas práticas com exercícios físicos devem ser adicionadas em sua rotina por pelo menos 30 minutos diariamente, juntamente com a redução e gestão do estresse, que impacta negativamente na produção de testosterona.

Outro fator importante sobre como aumentar a testosterona feminina é o uso da suplementação, caso você não saiba, os suplementos são os complementos da nossa alimentação. Às vezes não temos tempo de preparar uma alimentação rica em nutrientes para a saúde geral (incluindo alimentos que estimulam a produção de testosterona) e acabamos com uma alimentação fraca.

Portanto, os suplementos servem para isso, complementar a sua alimentação com aqueles nutrientes que estão em falta e também existem os suplementos fitoterápicos, que são feitos à base de plantas e que também pode estimular a testosterona natural.

Veja mais: tudo sobre os suplementos para aumentar a testosterona.

Você vai começar a notar os resultados que os bons hábitos tem sobre a testosterona e saúde geral.

Os benefícios são inúmeros:

  • Melhora da saúde do coração
  • Maior libido sexual
  • Sensação de bem-estar
  • Boa memória e concentração
  • Emagrecimento e aumento da massa óssea

 Testosterona baixa feminina, sintomas e como aumentar

Dicas para aumentar a testosterona na mulher

  1. Alimentação: alguns nutrientes são essenciais para a produção de testosterona, como por exemplo alimentos que contém zinco, magnésio, boro, triptofano, vitamina E ou vitaminas do complexo B.
  2. Atividades físicas: o levantamento de peso é um dos melhores tipos de exercícios para produção de testosterona.
  3. Vitamina D: é ideal que você tome sol ou suplemente Vitamina D para ter bons níveis hormonais.
  4. Estresse: excesso de estresse produz cortisol, que quando em excesso prejudica a testosterona.
  5. Remédios para aumentar a testosterona feminina: alguns suplementos naturais estimulam a produção de testosterona.

Para beneficiar ainda mais o seu aprendizado à partir desse artigo, elaboramos um conteúdo especial exclusivo para que você aprenda como aumentar a testosterona.

Com esse conteúdo você vai aprender o passo a passo sobre como regular a testosterona à partir da alimentação e remédios naturais.

Veja mais: Como aumentar a testosterona.